Nosso Meio Ambiente

NMA - Nosso Meio Ambiente

PARCERIAS

Anuncie aqui:
Fale com: José Ferreira
josefereira@yahoo.com.br
Visitante: 1084

PARCERIAS


Boa tarde! Seja bem-vindo(a). São 14 horas, 47 minutos e 18 segundos de 18/10/2017 .

As plantas e o meio ambiente


As plantas, as árvores e o nosso meio ambiente de forma bem simples, ou seja, a interação vegetal com o meio ambiente de forma simples.

Sombra e água fresca: Os troncos, os galhos, as folhas, as flores e os frutos promovem a sombra das árvores. As árvores e suas sombras servem para diversas atividades naturais. Dentre essas atividades pode-se citar:

O vento é promovido através das fontes de frio, calor e pressão atmosférica. Através de uma fonte de calor qualquer (sol) há a consequente expansão das moléculas, o ar fica mais leve e sobe, enquanto com uma fonte fria comprime as moléculas de ar que ficam mais pesadas e desce em obediência à lei da gravidade. Devido ao movimento de subir e descer das moléculas de ar quente e frio respectivamente, as plantas e árvores transformam em uma espécie de leque ou hélice de um grande ventilador, balançando em vários sentidos ampliando a corrente de ar. Como na sombra o calor é menor, a umidade relativa do ar e da terra é maior, esta umidade é a água que faz parte da alimentação da planta. As plantas produzem seu próprio alimento.

O ar em movimento, além de promover refrigeração ao meio ambiente carregam os íons positivos que são capturados da poluição e em velocidade se chocam com as pontas das folhas das árvores e plantas, que funcionam como pequenos para-raios e em resposta ao íon positivo obedecendo a terceira lei de Newton (ação e reação) as folhas emitem íons negativos que são benéficos à saúde animal. Faça o teste. Nos grandes centros urbanos respirar e sentir o ar penetrando nos pulmões é uma dificuldade. Próximo a uma cachoeira, no interior de matas é mais fácil respirar. Isso se deve à quantidade de íons negativos nos citados ambientes, enquanto nos centros urbanos, pode chegar a cinquenta íons por centímetro cúbico de ar, próximos às cachoeiras, no interior das matas podem atingir cinquenta mil íons por centímetro cúbico.

Nos centros urbanos, a sombra de uma árvore de médio porte promove ainda a refrigeração do ambiente circundante, o que equivale à economia de vários quilowatts de energia elétrica, que seria consumida em aparelhos condicionadores de ar.

As árvores capturam água no interior da terra (solo) através das raízes. Parte dessa água capturada é transformada em oxigênio e outra parte é evaporada e transpirada ao ambiente e posteriormente transformada em chuva. Pesquisas demonstram que mais de sessenta por cento das águas de chuvas sobre o continente, sejam provenientes daquelas evaporadas através da transpiração das plantas, árvores, rios e lagos. A chuva que é o vapor de água transformado em forma líquida irá penetrar ao solo e alimentar as nascentes, os rios , os lençóis freáticos, os mares e as raízes das árvores que novamente serão conduzidas às folhas e evaporadas por transpiração e o ciclo continua indefinidamente desde que tenham as plantas e árvores.





Que o instinto de proteção, justiça e paz esteja sempre contigo.


Cópia livre com indicação da fonte. - Contato: nma@nma.eco.br